Monte Carlo (Mónaco)-Portugal – Viagem Europa, o fim

Acordámos bem cedo depois duma noite bem dormida. O dia anterior tinha sido usado para visitar Veneza e os seus canais e conduzir o carro por 500 km de auto-estradas italianas até Finale Ligure, uma pequena cidade na costa do Mediterrâneo, a poucos quilómetros da fronteira com a França.

Neste dia íamos precisar de todas as nossas forças para viajar 2.000 km até Évora, Portugal. Saímos da cidade italiana e entrámos imediatamente na auto-estrada das flores (Autostrade dei Fiori) A10/E80. Cerca de 100 km depois, entrámos na França e seguimos pela A8 mais uns 15 km até chegarmos no Principado do Mónaco.

Monte Carlo e o Mónaco

O Mónaco é uma pequena cidade-estado cuja capital é Monaco-Ville. A família Grimaldi governa desde 1297, tendo a soberania sido reconhecida no Tratado Franco-Monegasco de 1861. Apesar de ser independente, a defesa do Mónaco está a cargo da França. Este pequeno país tem a maior força policial do mundo (per capita e por área), com 515 polícias para cerca de 32.000 habitantes.

Neste momento, o Príncipe Alberto II, filho de Rainier III e da actriz americana Grace Kelly, é o governante desde a morte do seu pai, em 2005. O Mónaco é um paraíso fiscal (não há impostos) e a grande maioria da sua população, cerca de 84%, consiste em pessoas escandalosamente ricas de países estrangeiros. É o estado soberano mais densamente povoado e o país francófono mais pequeno do mundo (em menos de uma hora é possível atravessá-lo a pé).

Uma das mais importantes fontes económicas do Mónaco é o turismo. Todos os anos o seu agradável clima e o famoso Casino de Monte Carlo atraem imensas pessoas a viajar para o Mónaco.

Em 2001, o Porto do Mónaco foi alargado para abrigar barcos de cruzeiros e receber ainda mais turistas.


Apesar de não pertencer à União Europeia, a moeda do Mónaco é a mesma que em França, o Euro, tendo o país o direito de cunhar moedas, com a face reservada às diferentes nações, com motivos monegascos.

O principado também é bastante conhecido mundialmente por alguns eventos desportivos tais como o GP Mónaco F1, o Rally de Monte Carlo (Monte Carlo Rallye), o Monte Carlo Masters de ténis,…


Muitas pessoas julgam que a capital do Mónaco é Monte Carlo mas isso não é verdade. Monte Carlo é, sim, uma das áreas administrativas  do  país  que  inclui  também  os “bairros” de Saint-Michel, Saint-Roman/Tenao e Larvotto.

Entre os locais mais emblemáticos do Mónaco estão os seguintes:

  • Ópera de Monte Carlo (ou Salle Garnier);
  • Casino de Monte Carlo;
  • Jardim de rosas da Princesa Grace.
  • Museu Oceanográfico do Mónaco;
  • Palácio do Príncipe do Mónaco.


Existe um pequeno comboio turístico, o Azur Express, que parte do Museu Oceanográfico do Mónaco e faz um passeio de trinta minutos (7 EUROS) por alguns dos locais que mencionei acima.

Mapa do Mónaco

Na nossa viagem, nem tínhamos muito tempo para ficar em Monte Carlo, tendo em conta a viagem de carro que tínhamos para fazer até Portugal (se quiser dormir neste país, encontre alojamento aqui hotel Monte Carlo, Mónaco). Por isso, ficámos umas duas horas, demos um passeio a pé pelas ruas e tirámos umas fotografias do Mónaco.


Estacionados pelas ruas estavam imensos carros de luxo e desportivos. Deve haver poucos locais no mundo com tantos no mesmo lugar. Bentley, Rolls Royce, Aston Martin, Ferrari, Lamborghini, Mercedes Mclaren, BMW Z8, etc. Um stand automóvel ao ar livre.

Em frente ao Casino de Monte Carlo há um bonito jardim.

Foi lá que começámos a ver algumas das vacas do Cow Parade.

Fomos até ao porto e voltámos para o carro para reiniciar o regresso a casa. A partir desta altura só parámos para descansar ou comer e não tirámos mais fotografias. Seguimos pela estrada junto à costa e atravessámos Nice. Depois entrámos na auto-estrada A8/E80. Passámos perto de Cannes, Toulon, Marselha. A seguir continuámos pela A54/E80 e, mais tarde,  pela A9/E15. Passámos perto de Arles, Nîmes, Montpellier, Narbonne e Perpignan. Finalmente, entrámos em Espanha, quase a ficar sem uma gota de gasóleo no depósito. Tudo porque eu tinha metido na cabeça que só meteria combustível em Espanha, onde se pode comprar combustível mais barato. No total, desde o Mónaco, fizemos cerca de 530 km pelo sul de França.

A partir daqui conduzimos pela AP7/E15, que entra na A2 junto a Barcelona (onde nos apetecia muito parar durante uns dias mas não era possível). Voltámos lá em 2010. Seguimos em direcção a Lérida (Lleida em Catalão), onde apanhámos durante um bocado a AP-2/E90 e, novamente mais tarde, a A2. Convém esclarecer que a diferença entre Autopistas e Autovias (AP e A) é que ambas são auto-estradas mas as Autopistas são pagas e as Autovias não, pelo que tentámos optar sempre pelas últimas.

Perto das quatro da manhã estávamos todos cansadíssimos da viagem e ninguém estava em condições de continuar a conduzir. O regresso custou bem mais do que a ida. Lutámos um pouco contra o sono durante mais um pouco para ver se percebíamos bem o emaranhado de auto-estradas em redor a Madrid e, logo a seguir à capital espanhola, parámos numa estação de serviço. Pusemos o despertador do telemóvel para duas horas depois mas nenhum de nós o ouviu. Por esta razão, acordámos apenas perto das nove horas, lavámos a cara e continuámos o caminho, desta vez pela A5/E90.

Após termos feito cerca de 1200 km pelas estradas de Espanha, entrámos em Portugal na fronteira do Caia, perto de Badajoz e Elvas. Seguimos pela A6 até Évora (100 km), onde chegámos depois de almoço. Estávamos exaustos mas tínhamos muitas histórias para contar. E muita vontade de entrar noutra aventura semelhante, a conduzir pelas estradas da Europa.

Dormir no Mónaco pode ser o sonho de muita gente. Faça uma breve pesquisa por hotel Mónaco e descubra que não é assim tão caro como se pensa.

Se só agora descobriu o Foto Viajar, leia tudo sobre esta viagem na Europa (8.000 km), desde o início.

Como organizo as minhas viagens:

  • As minhas buscas e reservas de voos são sempre feitas no Momondo
  • Para reservar alojamento uso o Booking, onde estão os melhores hotéis e promoções
  • De longe, o melhor site para alugar carro é o Rentalcars
  • Para evitar filas em monumentos e ter transfers de/para aeroportos uso o Ticketbar
  • Especialmente quando viajo para fora da UE, faço um seguro de viagem no Worldnomads

Esta página pode conter links de afiliados.


Foto Viajar no Instagram

Instagram Foto Viajar