Castelo de Windsor – Excursões Londres, Inglaterra

Ir ao Castelo de Windsor é uma excelente ideia para quem estiver visitar Londres e quiser sair um pouco da cidade para a calma que vai para além dos parques. Todos já ouvimos falar do Castelo de Windsor e do Colégio de Eton, sempre relacionados com a família real britânica, mas toda a cidade de Windsor é bastante simpática e merece bem uma visita.

História do Castelo de Windsor

O castelo de Windsor é o mais famoso da Inglaterra e o mais antigo castelo residencial do mundo. A posição estratégica de Windsor, 32 km a oeste de Londres e perto do rio Tâmisa, fez com que a povoação se tornasse uma importante fortaleza normanda. Há mais de 1000 anos que as famílias reais britânicas lá vivem, desde William the Conqueror (Guilherme o Conquistador).

As fortificações deste rei consistiam numa estrutura de madeira construída numa colina artificial. Ao longo da história do Castelo de Windsor, outros monarcas deixaram a sua marca, mas a colina redonda e as muralhas exteriores ainda estão no mesmo lugar.

O rei Henry II construiu o primeiro edifício de pedra no Castelo de Windsor na década de 1170. Mais tarde, Edward III demoliu a maioria destes edifícios na década de 1350 e substituiu-os por um novo “castelo redondo”.

A St. George’s Chapel (Capela de São Jorge), a principal igreja do Castelo de Windsor, foi começada a construir no reinado de Edward IV (século XV) e terminada no de Henry VIII (século XVI). Este último monarca seria lá sepultado, assim como nove dos seus sucessores.

O episódio mais sangrento da história do Castelo de Windsor aconteceu durante a Guerra Civil Inglesa, da qual resultaria a tomada do castelo e a decapitação do monarca deposto, Charles I, que viria a ser enterrado no próprio castelo (1648). Depois de reposta a monarquia, em 1660, Charles II iniciou um dos mais extensos períodos de restauração e expansão do Castelo de Windsor. Querendo imitar a extravagância de Versailles (França), mandou construir longas avenidas ladeadas de árvores e reconstruiu os aposentos reais.

castelo windsor
Animação nas ruas de Windsor

Depois da morte de Charles II, os monarcas que se seguiram preferiram viver noutros palácios e castelos de Inglaterra. Foi só durante o reinado de George IV (1820-1830) que se iniciou o último grande projecto de reconstrucção da história do Castelo de Windsor. Os seus arquitectos transformaram o castelo no fabuloso palácio gótico que se pode ver ainda hoje, aumentando a altura das torres e acrescentando pormenores decorativos  para que houvesse uma maior harmonia entre os edifícios construídos em épocas diferentes.

Hoje em dia, o Castelo de Windsor ainda é a principal residência da família real, mas a maior parte do edifício está aberta ao público.

O que ver no Castelo de Windsor

  • Mudança da Guarda – acontece diariamente, às 11 horas, de Abril até ao fim de Julho (dias alternados no resto do ano, se o tempo o permitir). Esta cerimónia é um espectáculo muito mais elaborado e vibrante do que a do Palácio de Buckingham.
  • Aposentos reais – decorados com algumas das mais bonitas e valiosas obras de arte da Colecção Real, incluindo pinturas de Rembrandt, Rubens, Canalleto e Gainsborough. Também muito interessantes são os tectos decorados e o mobiliário antigo.
  • St. George’s Chapel (Capela de São Jorge) – excelente exemplo de arquitectura gótica. É aqui que estão sepultados dez monarcas ingleses.
  • Queen Mary’s Dolls’ House – a mais famosa casa de bonecas do mundo.
  • Windsor Great Park – um bonito jardim esculpido no que resta de uma floresta de caça real.
  • Cozinha do castelo – com visita guiada.
  • Galeria de imagens – pintura e/ou fotografia (a exposição não é sempre a mesma)

Em 1992, mais de 100 divisões do Castelo de Windsor foram destruídas, parcial ou totalmente, num incêndio. Por sorte, as salas mais afectadas estavam vazias na altura e foram poucas as obras de arte vítimas do fogo.  Só em 1997 é que os melhores restauradores da Europa acabaram o restauro do que tinha sido queimado.

guarda castelo windsor
Guarda no Castelo de Windsor

Quando visitar o Castelo de Windsor

O castelo está aberto diariamente ao longo do ano. De Março a Outubro o horário para visitar é 10:00-17:15 (última entrada 16:00) e, de Novembro a Fevereiro, 10:00-16:15 (última entrada 15:00). Conte com duas ou três horas para fazer a sua visita. A Capela de São Jorge também está aberta todos os dias mas aos domingos tem missa, à qual pode assistir (mas não visitar a capela durante a cerimónia).

Já que o Castelo de Windsor é habitado pela família real e a rainha lá realiza cerimónias de estado, é possível que esteja proibida a sua visita noutras datas para além das que refiro.

Os preços das entradas para visitar o Castelo de Windsor são os seguintes:

  • Adultos – £22.50
  • Pessoas com mais de 60 anos e estudantes – £20.30
  • Menores 17 e deficientes – £13.00
  • Menores 5 – grátis
  • Família (2 adultos e 3 menores de 17) – £58.00

Se os State Apartments estiverem fechados, os preços das entradas do Castelo de Windsor baixam para cerca de metade. Incluídos sempre no preço de quaisquer entradas estão os guias audio e as visitas guiadas à parte exterior.

Visitar Windsor (cidade de Windsor e arredores)

Enquanto estiver em Windsor pode fazer algo mais do que visitar o castelo. As ruas são bastante pitorescas e proporcionam um passeio muito agradável. Para além disso, pode ir até Windsor Great Park e dar um volta a pé ou de carruagem. Se quiser, fique a conhecer Eton College (Colégio de Eton). Quem tiver crianças (e tempo e dinheiro) tem à disposição, nos arredores, Legoland, um parque temático para famílias.

Fotografias Windsor / Fotos Castelo de Windsor

Mapa Windsor, como chegar a Windsor

Windsor fica no sudoeste da Inglaterra, a cerca de 32 km a oeste de Londres e perto do rio Tâmisa (como já referi). Para lá chegar, a partir de Londres, há duas boas hipóteses:

  • Use os comboios da Inglaterra que partem das estações London Paddington ou London Waterloo. Na primeira opção, a viagem demora cerca 40 minutos. Viajar para Windsor a partir da estação de London Waterloo demora cerca de 55 minutos (a paisagem é mais bonita). Escolha a linha consoante a localização do seu hotel.
  • Faça uma excursão a Bath, Stonehenge e Castelo de Windsor. O preço inclui o transporte, entrada no Castelo de Windsor e um visita aos State Apartments e à St George’s Chapel, tour panorâmico de Bath e um guia.

O próximo mapa de Windsor permite visualizar o centro da cidade mas pode ver mais de perto ou fazer zoom out para ver a sua posição relativamente a Londres. Pode arrastar o mapa, ver imagens de satélite, fotografias,…

Ficou com vontade de visitar o Castelo de Windsor? Se decidir dormir na pequena cidade, encontre aqui alojamento (hotel Windsor).

O mais provável é que decida reservar hotel em Londres. Para poupar dinheiro é melhor fazer a reserva com muito tempo de antecedência para poder escolher comparando preços de hotéis em Londres neste site que uso sempre para fazer reservas.
Este cartão ajuda-o a poupar tempo e dinheiro quando visitar Londres. 
Leia o artigo London Pass Londres. 
Se preferir, vá diretamente para o site oficial do London Pass para saber mais.

Como organizar as suas viagens?

Estes são os sites e serviços que uso. Se o inspirei a planear a sua viagem, siga os links abaixo. Assim, ajuda-me a manter este blog pagando você exatamente o mesmo pelas reservas. Muito obrigado!

  • Para reservar alojamento uso o Booking. Tem os melhores hotéis e promoções.
  • As minhas buscas e reservas de voos são feitas no Skyscanner.
  • De longe, o melhor site para alugar carro é o Rentalcars.
  • Para evitar filas em monumentos e ter transfers de/para aeroportos uso o Ticketbar.
  • Comparo e faço seguros de viagem na Worldnomads ou na Iati Seguros. Nesta última, vai ver logo os preços com 5% de desconto por ser leitor do Foto Viajar.
  • Uso o Cartão Revolut fora (e dentro) da Zona Euro para evitar taxas bancárias.

Esta página contém links de afiliados.


Foto Viajar no Instagram

Instagram Foto Viajar