Jungfrau, subir a montanha dos Alpes da Suíça – Viagem Europa

Era tempo de subir a montanha Jungfrau depois da manhã passada a viajar em Interlaken e nas cascatas de Trümmelbach. Para chegar lá acima, usaríamos o comboio. Mas para isso ainda precisávamos de conduzir até à estação de Grund.

Há muitas formas de chegar a Jungfraujoch, a estação no topo desta montanha suíça. Até se pode apanhar o comboio em Interlaken Ost, mas nós preferimos conduzir o carro até metade do caminho. Fique com uma ideia das alternativas a partir destes dois mapas de comboios e teleféricos desde Interlaken até Jungfraujoch e a outras montanhas da região.

Região de Jungfraujoch, simplificada
jungfrau

Esta zona dos Alpes Suíços Jungfrau-Aletsch foi considerada Património Mundial pela Unesco em 2001. O Jungfrau (4158m) é o pico mais alto do maciço montanhoso com o mesmo nome. Os outros dois picos são o Eiger (3970m) e o Mönch (4107m). O Jungfrau é a terceira maior montanha dos Alpes Berneses.

O topo da montanha foi atingido, pela primeira vez, a 3 de Agosto de 1811, pelos irmãos Meyer. Era muito difícil chegar lá acima até à construção da estação de caminhos de ferro Jungfraubahn (a 3454m de altitude), em 1912 (depois de 16 anos de trabalhos). A esta estação costuma chamar-se “O topo da Europa” por ser a mais alta.

O comboio para a montanha parte de Kleine Scheidegg, que se pode alcançar a partir de Grindelwald ou Lauterbrunnen. Para chegar a estas duas últimas estações, como já escrevi há pouco, nós fomos até Grund de carro.

Em Grund, apanhámos um susto: o preço do bilhete. Cem euros a cada um! €100!! Seiscentos francos suíços. Discutimos por breves instantes se havíamos de gastar uma parte tão considerável do nosso orçamento para toda a viagem pela Europa numa só tarde. Bem… estávamos ali e, se calhar, nunca mais voltaríamos… Comprámos o bilhete, e ainda bem.

jungfraujoch bilhete comboio trem
Bilhete de comboio até Jungfraujoch

Vale mesmo, mesmo a pena subir a Jungfraujoch. Até com bilhetes tão caros. Também se pode comprar o chamado “bilhete de bom-dia” (Good-Morning ticket) que é um pouco mais barato mas só é válido para quem viajar no primeiro comboio da manhã (sai às 6.35 de Interlaken) e deixar o topo da montanha ao meio-dia.

Os preços hoje em dia ainda estão um pouco mais caros. Podem ser consultados no site oficial de Jungfraubahn. Nós também poderíamos ter partido da base da montanha, desde Interlaken Ost, mas, dessa forma, não teríamos visto as cascatas de Trümmelbach.

A estação de Grindelwald Grund tem um parque de estacionamento gigantesco e pode-se estacionar lá o carro sem problema. Começámos, então, a subir até Jungfrau com estas vistas, ainda verdes.

Mudámos de comboio na estação de Kleine Scheidegg e subimos mais um pouco.

Foi então que entrámos pelo túnel que atravessa o Eiger. Em Eigerwand há uma janela com cerca de oito metros de comprimento que nos permite ter uma vista panorâmica da montanha. Pode-se sair do comboio e tirar algumas (más) fotos durante cinco minutos.

O túnel começa, então, a ir direito ao Jungfrau. Há uma segunda paragem em Eismeer (“Mar de gelo”). Este túnel tem cerca de 7km, com pendentes até 25%. É, realmente, muito inclinado. A viagem desde Scheidegg até Jungfraujoch leva cerca de 50 minutos. A descida só demora 35.

Lá em cima na montanha há muito para ver e fazer. Mas para saber o quê vai ter que ler o artigo Viajar de carro e comboio na Suíça até Jungfraujoch, lá em cima na montanha.

Como organizar as suas viagens?

Estes são os sites e serviços que uso. Se o inspirei a planear a sua viagem, siga os links abaixo. Assim, ajuda-me a manter este blog pagando você exatamente o mesmo pelas reservas. Muito obrigado!

  • Para reservar alojamento uso o Booking. Tem os melhores hotéis e promoções.
  • As minhas buscas e reservas de voos são feitas no Skyscanner.
  • De longe, o melhor site para alugar carro é o Rentalcars.
  • Para evitar filas em monumentos e ter transfers de/para aeroportos uso o Ticketbar.
  • Comparo e faço seguros de viagem na Worldnomads ou na Iati Seguros. Nesta última, vai ver logo os preços com 5% de desconto por ser leitor do Foto Viajar.
  • Uso o Cartão Revolut fora (e dentro) da Zona Euro para evitar taxas bancárias.

Esta página contém links de afiliados.


Foto Viajar no Instagram

Instagram Foto Viajar