Guia Paris, Roteiro Paris – o que visitar

Visitar Paris é o sonho de muitos viajantes. Se procura um guia e um roteiro para explorar a cidade, encontrou-os. Este Roteiro de Paris vai levá-lo numa viagem bastante completa pelos monumentos e várias zonas da cidade.

Com os mapas de Paris que pode ver aqui e as descrições da minha experiência vai poder fazer o seu próprio percurso em 7 ou menos dias. Prepare-se para encontrar descontração, emoção, vivacidade e beleza. Prepare o seu próprio roteiro de viagem.

roteiro paris rio sena
Pôr do sol desde o rio Sena, obrigatório no seu roteiro para visitar Paris

Comprar bilhetes de avião para Paris é bastante fácil e acessível hoje em dia. Mas é importante não decidir fazer a viagem muito em cima da data pois os bilhetes vão ficar mais caros. Quanto mais cedo, melhor.

Ajuda bastante ir investigando o preço dos bilhetes já agora para perceber qual a altura mais acessível para viajar para Paris. Procure em várias companhias aéreas os voos mais baratos. O site que uso é o da Momondo.

Antes de iniciar este Guia Paris, Roteiro Paris – o que visitar propriamente dito, devo dizer que fiquei hospedada em casa de familiares no centro de Paris, na Rue de la Croix Nivert, o que me facilitou bastante a mobilidade dentro da cidade, não só pela sua localização no centro, mas também porque tinha uma estação de metro pertíssimo.

O meu conselho é que procure alojamento no centro de Paris, pois assim irá ter disponível em qualquer rua, estações de metro e ainda bicicletas para percorrer a cidade calmamente.

Se pretender conhecer Paris usando o metro, deve comprar vários bilhetes de uma vez (packs de 10), visto que as bilheteiras fecham “cedo”, comparando com os horários de fecho das estações. Se não tiver bilhete não consegue andar de metro durante a noite. Uma boa alternativa é comprar um cartão de desconto que inclua também os transportes públicos, como lhe sugiro a seguir.

Poupe dinheiro e tempo em filas. Descubra as várias opções de Atrações em Paris: experiências, tours, transfers, cartões oficiais de descontos,… É importante planear bem as viagens!

cafe paris
Típico café de Paris, seja parisiense por uns dias

Ainda antes de partir para a capital da França, e mesmo depois de ler este Roteiro Paris – o que visitar até ao fim, procure comprar um guia para o ajudar a escolher os monumentos e zonas a conhecer. Eu comprei “Paris” Eyewitness travel, The guides that show you what others only tell you, em inglês, o que não faz grande diferença para mim.

Qualquer que seja a sua opção, escolha um com bastante informação, não se deixe levar pelos guias somente com imagens ou demasiado curtos. Procure ainda guias que tenham mapas de Paris, essenciais para se orientar nas ruas da cidade, ou mesmo da França.

Também ajuda se tiver um mapa do metro (caso contrário, é fácil encontrar um em qualquer estação). Desta forma, se se perder nas ruas de Paris e encontrar um metro, pode voltar para perto do seu hotel.

Roteiro Mapa Paris, o que visitar

Neste mapa pode ver a distância desde a rua em que fiquei hospedada até à Torre Eiffel, um dos pontos de que irei falar mais à frente por ser algo imperdível quando estamos a visitar Paris.

Guia Paris, Roteiro Paris – o que visitar (Dia 1)

Rio Sena – La Seine

O primeiro lugar a visitar em Paris é o rio Sena. A viagem pelo rio de barco (mais conhecidos em Paris como Bateaux Mouches), é muito bonita e ótima para nos orientarmos. Isto porque vemos, de longe, os pontos mais importantes da cidade, dando para calcular, mais ou menos, a que distância estão uns dos outros.

roteiro paris passeio barco sena
Passeio de barco no rio Sena, Paris

Numa viagem de barco pelo rio Sena também poderá passar por baixo das belas pontes, incluindo a que mais me impressionou, Ponte Alexandre III, com motivos magníficos a preto e dourado. E as pontes são tão românticas ao passar por cima como por baixo. Não sei explicar. Existe “qualquer coisa” em Paris.

Antes de entrar no barco, compre um crepe aos vendedores locais que existem perto dos Bateaux Mouches. São deliciosos e assim aproveita para os saborear durante a viagem. Ao longo do rio irá passar perto de diversos monumentos e lugares importantes de Paris.

  • Catedral de Notre-Dame
  • Réplica da Estátua da Liberdade em frente à Torre Eiffel
  • Museu do Louvre
  • Praça da Concórdia
  • Palácio da Justiça

Arco do Triunfo – Arc de Triomphe

No Arco do Triunfo, antes de visitar esta grandiosa construção por dentro, veja à entrada o memorial (uma chama) denominado de Túmulo do Soldado Desconhecido, em memória dos que deram a sua vida na batalha de Alsácia-Lorena. Passa um pouco despercebida pela quantidade de pessoas que passeia e vislumbra o monumento principal.

Admire todas as fachadas do Arco do Triunfo, pois elas representam, em relevos bastante pormenorizados e impressionantes, batalhas importantes que foram travadas pelos franceses. No interior, há imensas estátuas e informações sobre os factos históricos (também em quadros interativos, tornando a visita dinâmica).

arco triunfo paris
Arco do Triunfo de Paris, Praça Charles de Gaulle

Como é óbvio, não irá faltar a loja de lembranças no interior. Os artigos são mais caros do que nas lojas de rua mas a qualidade é quase sempre superior (metal/plástico, por exemplo). Eu apostaria na qualidade, afinal não se vai a Paris todas as semanas.

Outra dica importante é que, por exemplo, uma réplica do Arco do Triunfo é mais barata na loja de recordações do próprio arco. Também a pode comprar na da Torre Eiffel mas aí será mais cara. O inverso também acontece, na maioria das vezes. No topo do Arco do Triunfo, tem uma magnífica e grandiosa vista de Paris, incluindo os extensos Campos Elísios, a Torre Eiffel ao longe e, mesmo ao fundo, Ile-de-France e ainda Sacré Coeur.

Termino assim a visita do primeiro dia a visitar Paris. Aconselho dias longos e calmas, pois existe muita coisa para ver e, se quer ver o melhor de Paris, necessita de tempo. Apesar dos Campos Elísios serem perto do Arco do Triunfo, a sua visita irá passar para o Dia 2, pois este é enorme e necessita de umas boas horas para poder percorrê-lo todo, tanto pelo lado direito como pelo esquerdo.

Roteiro Mapa Paris, o que visitar – Dia 1

Guia Paris, Roteiro Paris – o que visitar (Dia 2)

Campos Elísios – Champs-Élysées

Os Campos Elísios foram um dos melhores locais que visitei, apesar de se basear muito em comércio. Não só de lojas de roupa e acessórios de moda, mas também de automóveis, restaurantes, produtos informáticos, lembranças e outros.

Os Campos Elísios são uma prova de que Paris é uma cidade grande e dinâmica que tem a capacidade para acolher milhões de pessoas. Nesta avenida parisiense, ambos os lados se encontram apinhados de pessoas. Por isso, se encontrar o restaurante onde pretende almoçar ou jantar, aconselho-o a sentar-se uma ou duas horas antes para garantir o lugar e ficar a observar quem passa.

Torre Eiffel – Tour Eiffel

A Torre Eiffel abre às 9h e fecha, no horário de verão às 00:00. A partir do fim de Agosto fecha às 18:30h. Assim, se visitar os Campos Elísios durante a manhã e um pouco pela tarde, irá ter bastante tempo para desfrutar do monumento mais conhecido de Paris.

torre eiffel paris
Campo de Marte e a Torre Eiffel (Champs de Mars)

Planeie a sua visita à Torre Eiffel a contar com uma ou duas horas de espera na fila para poder entrar. Tenha atenção que existe a hipótese de subir por escadas e por elevador. As duas entradas estão assinaladas mas, como existe muita gente no local, é possível que não as veja. Será bem mais rápido subir pelo elevador. No entanto, se tiver tempo e “pernas atléticas” para subir ou descer pelas escadas, este é um passeio bastante agradável de quase 2000 degraus até ao topo. São cerca de 300 só até ao primeiro andar…

No interior da Torre Eiffel encontra a história deste ex-libris de Paris contada de uma maneira muito curiosa. Existem pequenos quadros 3D, o que torna a visita um pouco mais divertida, especialmente para crianças.

Para além da história, existem também exposições com arte relacionada com a Torre Eiffel, tanto réplicas pequenas como quadros criados por diversos artistas ou ainda antigos projetos da sua construção. A torre está dividida em 3 andares mas quando a visitei o último estava fechado ao público. Nos dois pisos inferiores, dos quais um estava dividido em duas plataformas, há restaurantes, cinema, lojas de lembranças. Mas, num roteiro de viagem a Paris, o que não pode faltar mesmo é a vista fantástica sobre a grande cidade.

vista torre eiffel paris
Vista desde o topo da Torre Eiffel, Paris: Rio Sena, Ile-de-France, La Defense, Jardins de Trocadero e Palácio de Chaillot

Roteiro Mapa Paris, o que visitar – Dia 2

O Museu Quai Branly (arte de África, Ásia, Oceânia e América) não é um ponto muito importante em Paris mas já que fica de caminho para a Torre Eiffel, pode passar por lá. Neste dia do Guia Roteiro Paris – o que visitar não vá ainda até ao Palácio da Descoberta, por uma questão de tempo. Mais à frente irei falar dele.

Vídeo Paris vista do céu

Do cimo da Torre Eiffel já tem vai ter imagens espantosas de Paris. Mas este vídeo mostra como é bonita a cidade, especialmente vista pelos olhos do fotógrafo Yann Arthus-Bertrand. Bom passeio pelas imagens deste mestre. E com banda sonora a condizer.

Guia Paris, Roteiro Paris – o que visitar (Dia 3)

Sagrado Coração – Sacré Coeur

Neste novo dia, começaremos por visitar a Basílica do Sacré Coeur que, como tantos outros monumentos, não podia faltar neste guia de Paris. Mais uma vez, o tempo de espera é bastante. Prepare-se para umas horas (talvez ao sol) para poder entrar neste monumento.

Ao entrar, irá reparar que a basílica é relativamente pequena. Mas, apesar da visita ser curta, não se irá arrepender. No seu interior existem lindíssimas pinturas e abóbadas extremamente interessantes. Uma arquitetura de encantar a vista.

Dentro da igrejas é preciso ter cuidado com os flashes e com o barulho para não incomodar as orações de alguns visitantes. Tenha igualmente cuidado com o que veste para entrar em locais religiosos. Alguns deles não permitem chapéus ou calções “demasiado curtos” porque os consideram inapropriados.

visitar paris sacre coeur
Basílica de Sacré Coeur, no bairro de Montmartre, Paris

Museu Grévin – Musée Grévin

Conhecido pelas suas estátuas de cera, o Museu Grévin é um ponto a incluir no seu roteiro de Paris. Com imensas estátuas de cera de diversos famosos, é sem dúvida divertido e relaxante. Devo dizer que o preço não é muito acessível, mas que vale a pena. Mais uma vez as filas de espera estão lá…

No interior, há a possibilidade de estar perto das “vedetas” e até de nos mascararmos com acessórios disponibilizados pelo museu para cada visitante “entrar na pele de um famoso”. Não só existem actores e atrizes, como também jogadores de futebol, políticos, cantores, personagens históricas, personagens televisivas e ainda personagens míticas.

Devemos olhar também para a construção que está deveras mágica e grandiosa. Gostei bastante do facto das figuras expostas não se focarem tanto em estrangeiros mas mais em franceses, o que demonstra bastante patriotismo e o orgulho que este povo tem na sua nacionalidade.

Catedral de Notre Dame de Paris

A Catedral de Notre Dame é mais uma à qual não podíamos falhar uma visita. Aqui, como na maioria dos outros monumentos descritos neste Guia Paris Roteiro – o que visitar, irá novamente ter de esperar para poder entrar.

paris notre dame
Catedral Notre Dame de Paris vista no interior

A entrada possui magníficas portas ornamentadas com linhas curvilíneas. Maravilhosas não só pelo trabalhado que possuem mas pela sua grandeza. No interior, os vitrais são o que chamam mais a atenção dos visitantes pelo seu enorme tamanho e pelas bonitas cores. Em Notre Dame ainda existem objectos religiosos que contam partes bíblicas. Uma das peças mais impressionantes, para mim, é uma réplica em madeira da catedral com todos os pormenores da parte exterior deste monumento de Paris.

Roteiro Mapa Paris, o que visitar – Dia 3

Guia Paris, Roteiro Paris – o que visitar (Dia 4)

Museu do Louvre – Musée du Louvre

Para visitar o Louvre é necessário guardarmos um dia inteiro. A sua grandiosidade não nos permite conhecê-lo verdadeiramente numa manhã ou numa tarde. Falo por experiência própria. Entrei depois de almoço (por volta da 13h), só saí à hora de fecho e não consegui ver tudo.

Depois de comprar o seu bilhete do Louvre, recolha o máximo de folhetos informativos disponíveis. Se não conseguir arranjar em português, escolha alguns em inglês ou noutra língua que perceba. Estes folhetos vão ser úteis tanto para situá-lo como para ver quais os departamentos de arte por onde passou.

visitar louvre paris
Interior do Museu do Louvre, Paris

Cada departamento a visitar no Louvre está dividido por aspetos culturais. Escolha o primeiro de uma das pontas, para assim percorrer todos seguidamente. Aconselho ainda que crie o seu próprio percurso. Se for com guias turísticos, irá passar apenas por alguns pontos do museu e acabará por perder partes muito interessantes. Mas se passar por um grupo que está a ser guiado, ouça um pouco do que têm a dizer.

De oito departamentos, o que mais me fascinou foi o egípcio, com as suas esculturas, sarcófagos, pinturas… Gostei bastante também de parte de um departamento, o dos apartamentos de Napoleão III. E, claro, não posso esquecer a famosa Mona Lisa, a Gioconda. Sim, o que se ouve dizer é verdade: para além de ser pequeníssima, está guardada atrás de um vidro grossíssimo, uns metros depois da corda de veludo. E há ainda um guarda de cada lado e imensos japoneses a tirar fotografias da pintura.

É fácil ocupar um dia inteiro do seu próprio roteiro de Paris a ver todo o Louvre. Mas, tome cuidado, não preste demasiada atenção as obras, porque assim não verá tudo. Dê “uma vista de olhos” às obras existentes, não se prenda a pormenores.

Guia Paris, Roteiro Paris – o que visitar (Dia 5)

Disneyland Paris

Quer sejamos crianças ou não, acho que quando se faz uma viagem a Paris passa pela cabeça de toda a gente visitar a Disneyland Paris, apesar de ser a uns quilómetros de distância. É um parque extremamente emocionante e fascinante conhecer.

A viagem Paris-Disneyland pode ser facilmente feita de metro desde o centro da cidade. Vai parar mesmo à entrada. O percurso demora apenas pouco mais de uma hora. Ao chegar ao destino, sofra mais um bocadinho nas longas filas para comprar o bilhete. Ou, melhor ainda, compre-o antecipadamente online no site oficial.

disneyland paris disney
Disneyland Paris, bem-vindo à terra da fantasia

Na verdade, existem dois parques de diversões: o Parque Disneyland e o Parque Walt Disney Studios. O primeiro é dedicado ao reino da fantasia das personagens Disney; o segundo leva-nos aos bastidores do Cinema, da Televisão e da Animação da empresa. A realidade é que um dia não chega para ver os dois. Por isso, terá de optar e voltar noutra ocasião para conhecer o outro.

Depois de entrar diretamente no Parque Disneyland (o que eu escolhi), a primeira coisa que verá é o castelo ao longe, magnífico e apaixonante. Recolha folhetos, onde vão estar localizações de restaurantes e lojas especificas, bem como locais onde encontrar as personagens Disney vagueando pelas ruas.

Escolha bem o que quer fazer, porque possivelmente não irá ter tempo para todas as diversões. Mas há umas que posso aconselhar.

  • Piratas das Caraíbas – um passeio animado num “rio”
  • Alice no País das Maravilhas – para relaxar também num “rio” de fantasia
  • Qualquer montanha russa que ache ser apropriada para si – há umas para pessoas mais ousadas e outras para os mais temerários (tenha atenção a isto se for propício a enjoos ou tiver medo de velocidades).
  • Pode comprar fotos no fim da viagem na montanha russa. são bastante caras, mas acho que é uma boa recordação).

Há bastante interatividade e pequenas peças de teatro. No fim do dia fazem uma “parade” com as personagens da Disney em carros alegóricos. É muito bonita e a música é encantadora. Relativamente às lembranças da Disneyland Paris, tem muito por onde escolher, embora os preços não sejam nada acessíveis, como é óbvio. Este dia em Paris vai ser de pura diversão, magia e sonho.

Guia Paris, Roteiro Paris – o que visitar (Dia 6)

Cidade de Chartres

Chartres encontra-se fora de Paris mas é suficientemente perto (100 km) para ser acessível para uma visita de um dia. Basta apanhar um comboio na Gare Montparnasse e chega lá em cerca de 1h. É um lugar fantástico e extremamente tranquilo.

paris chartres catedral
Catedral de Chartres, uma viagem a fazer a partir de Paris

Existem alguns parques na cidade mas o destaque vai para a Catedral de Chartres. Na minha opinião, apesar de ser mais pequena que Sacré Couer e Notre-Dame, merece muito mais crédito que estas duas. Gostei imenso dos vitrais, da arquitetura, da história, do labirinto no chão, do teto, das obras de arte, duma parte do véu da Virgem Maria.

Guia Paris, Roteiro Paris – o que visitar (Dia 7)

Jardin des Tuileries

visitar paris jardim tuileries louvre
Jardin des Tuileries com vista para o Louvre, Paris

Depois de 5 dias praticamente a correr, visitando local atrás de local (apesar do dia relaxante em Chartres), merece descansar pelos jardins de Paris. O Jardin des Tuileries irá trazer-lhe paz de espírito. Este é o jardim de Paris mais visitado. Aqui pode simplesmente puxar um banco para se sentar ou até sentar-se na relva (somente nas zonas permitidas), onde poderá relaxar e fechar os olhos por uns momentos.

Neste jardim de Paris pode ainda visitar as diversas fontes, bem como as coleções de flores. Ou então sair do jardim para andar na roda gigante que se situa ao seu lado. Aconselho um geladinho comprado numa das lojas em frente a uma das entradas do jardim. São divinais!

guia paris praca concordia
Roda gigante da Praça da Concórdia

Palácio das Belas-Artes – Grand Palais des Beaux-Arts

Uns metros depois de uma das saídas do jardim referido acima neste Guia Paris Roteiro – o que visitar, encontra-se o Palácio das Belas-Artes. Este tem uma arquitetura única, rodeado de vidros e fachadas de pedra. Aqui poderá ver diversas exposições e diferentes espetáculos.

Palácio da Descoberta – Palais de la Découverte

Um pouco mais à frente pode visitar o Palácio da Descoberta e as suas exposições e outras experiências relacionadas com a ciência: Astronomia, Química, Geologia, Matemática, Física e Ciências Sociais.

Roteiro Mapa Paris, o que visitar – Dia 7

É importante saber que, como é óbvio, em 7 dias é impossível visitar Paris inteira. Eu não consegui ver, entre muitos outros, “Les Invalides” (museus e monumentos relacionados com a História militar da França), Centro Pompidou (centro de arte e cultura), o famoso cabaré Moulin Rouge.

Reservar Hotel Precisa de hotel em Paris? Carregue no botão para comparar preços no site que eu uso. Não paga mais por isso e assim ajuda-me a manter o Foto Viajar. Muito obrigado. Boa viagem!

Ha uma enorme oferta de visitas, tours e cartões de desconto na Ticketbar Paris. Consulte a página toda até ao fim para encontrar a opção certa para si.

Este roteiro de Paris focou-se mais em alguns dos mais importantes museus, monumentos e áreas de Paris a visitar. Apesar de não os incluir todos, é um guia bastante completo e um bom ponto de partida para traçar os seus próprios percursos.

Ou então… pode aproveitar para conhecer três grandes cidades europeias numa só viagem na Europa conhecendo Amesterdão, Bruxelas, Paris.

Leonor Matos A autora deste artigo é a Leonor Matos, uma sorridente sonhadora. Quer tanto conhecer o mundo que tirou o curso de Turismo na Universidade. Apaixonada por fotografia, captura imagens e memórias por onde quer que passa. Longe ou perto de casa; reais ou imaginárias.
Comente com a sua dúvida ou experiência neste destino!

Como organizo as minhas viagens:

  • As minhas buscas e reservas de voos são sempre feitas no Momondo
  • Para reservar alojamento uso o Booking, onde estão os melhores hotéis e promoções
  • De longe, o melhor site para alugar carro é o Rentalcars
  • Para evitar filas em monumentos e ter transfers de/para aeroportos uso o Ticketbar
  • Especialmente quando viajo para fora da UE, faço um seguro de viagem no Worldnomads

Esta página pode conter links de afiliados.

Foto Viajar no Instagram

Instagram Foto Viajar